Frieza

by Frieza

supported by
/
  • Includes unlimited streaming via the free Bandcamp app, plus high-quality download in MP3, FLAC and more.

     $5 USD  or more

     

1.
2.
06:21
3.
04:05
4.
5.
05:40
6.
7.
00:28
8.
10:19

about

"Quando tudo se dispersa, faz-se da frieza o casulo. Do distanciamento, a percepção.

Amálgama de experiências e elementos estéticos, frieza é o entusiasmo de se trancar em si mesmo e sedimentar um caminho comum (aqui, em forma de banda). Um exercício de cooperação interior frente à própria impassibilidade.

Valores e texturas que transitam em um intervalo amplo.

Fina camada de emoções sobre a superfície."

Guilherme Gonçalves

credits

released March 9, 2017

Todas as faixas por Frieza, exceto "Anti-zona de alívio" (Paris, Texas; Wim Wenders, 1984), "Interlúdio à loucura" (Network; Sidney Lumet, 1976) e "Frieza" (Provocações 61; Antônio Abujamra).

Gravado e mixado entre dezembro de 2016 e fevereiro de 2017 por Braz Torres, no Complexo Estúdio.
Masterizado em março de 2017 por Gustavo Vazquez.
Logo e capa: Diogo Poelzig

Frieza é:
Júlio César Baron - Bateria
Augusto Scartezini - Guitarra/Voz
Marco Túlio - Baixo

tags

license

all rights reserved

about

Frieza GO, Brazil

contact / help

Contact Frieza

Streaming and
Download help

Track Name: Odisseia
Caminhos distintos em busca de algo
que se desintegrou ao longo dos anos
sem se ver.
Busca cega por valores perdidos,
procurando uma saída,
sem volta.

Procurando solução,
pra um processo perdido ao longo do tempo.
Caminhos errados, escolhas em vão,
Deixando a morte te levar,
Enquanto a vida não volta.

A vida não volta.
É morrendo que se vive
A vida eterna.
Track Name: Encruzilhada
A Morte é experiência natural da vida.
Não tema.

O medo, não te leva a nada.

Mas viver com medo é escolha sua,
viva o que quiser
e tente não morrer.

Não viva como um imbecil,
deixando se levar por vícios,
não perca a sua chance de viver
os seus sonhos.
Olhe ao redor do mundo e veja
quanta miséria e dor,
causada por futilidades
impostas por um ideal de vida
que não se importa com você
e sim com sua morte lenta.

A vida é um teste,
para a morte.
Faça o seu melhor,
para não acabar em agonia.

Essa é a sua chance.
Track Name: Caverna
Cegos, surdos,
Mudos, Apáticos.

É o que eu vejo,
as pessoas não se importam,
com o mundo ao seu redor.

Encurralados,
Cercados por pastores.

Até quando vamos sobreviver,
vivendo dentro de uma caverna,
sem entender,
que há uma vida melhor lá fora,
que há opção melhor aqui.

Vivendo como idiotas,
cercados por futilidades,
alimentando a própria dor,
a própria solidão.

Esperando a salvação,
que não vem.

Abra os seus olhos,
exploda a sua bolha,
Track Name: Convergência
Caminhos que se cruzam,
Abismos, labirintos.
Um dia se convergem,
e se encontram no infinito.

Não há como mudar,
para aonde iremos no final.

Não espere por intervenção divina,
pois quem nos julga não está no nome,
e não há como correr dessa força,
que virá destruir o que construímos,
Destruindo o que nos foi construído,
por pura ganância de querer ser
maior que somos.